quinta-feira, 11 de abril de 2013

"O Amante" de Rui Zink

Chegou mais uma obra de Rui Zink à nossa biblioteca, "O Amante é Sempre o último a Saber" foi publicado em Outubro de 2011 pela primeira vez pela Editora Planeta.

planetamarcia.blogs.sapo.pt:
Passado entre Portugal e o Japão, esta é uma improvável história de amor com a marca inconfundível da ironia de um ficcionista de primeira água da nossa literatura.
O amante é sempre o último a saber conta a história de Teresa, uma poderosa senadora da vida política portuguesa que vai a Tóquio tentar encontrar o filho perdido.
Tano, o professor de artes marciais do jovem e seu mentor, é forçado a acompanhá-la, regressando a contragosto ao país natal, que há muito não visitava.
Duas pessoas e dois universos culturais que parecem muito distantes, mas que têm mais pontos em comum do que poderíamos pensar.
Um romance que fala de um mundo em mudança.
Em que o amor é uma dança incurável.
E uma cura para o mal que nos mata.

Descobri, um pouco tarde, que afinal todos os meus livros são histórias de amor. só que as daninhas estavam tão bem disfarçadas que eu próprio não tinha reparado. Às vezes, amor entre duas pessoas, outras de amor entre uma pessoa e uma ideia. Idalina enamorou-se por "uma dança em música". Sam Espinoza apaixonou-se por uma mulher uns anitos mais velha (duzentos, coisa pouca). Greg quase é salvo da perdição por uma sósia da Angelina Jolie. O amor está no ar e também, como diria um poeta, o amor está no mar. O amor não salva, nunca salva, mas alguém tem uma ideia melhor?






Sem comentários:

Enviar um comentário