Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

Círculo de Leitura

O terceiro encontro do Círculo de Leitura destinado a professores e funcionários da ESE, realizar-se-á no dia 1 de fevereiro, pelas 18h30, na biblioteca.
A partir da crónica de Alexandre O’Neill, “Uma olhadela para António Nobre”, in Já cá não está quem falou, far-se-á uma abordagem de alguns poetas contemporâneos, como Herberto Hélder, Ana Luísa Amaral, António Ramos Rosa, entre outos.
O Círculo de Leitura será dinamizado pela professora Anabela Amorim.
Os interessados devem efetuar a sua inscrição na biblioteca.

Prémio Literário Vergílio Ferreira

Imagem
O Prémio Vergílio Ferreira, instituído pela Universidade de Évora em 1997, destina-se a galardoar anualmente o conjunto da obra literária de um autor de língua portuguesa. relevante no âmbito da narrativa e/ou ensaio. Este prémio é entregue a 1 de março, no mesmo dia em que se assinala o aniversário da morte do seu patrono e autor de 'Aparição'.
O júri decidiu atribuir em 2017 o prémio a Teolinda Gersão pela "alta qualidade da arte narrativa expressa nos vários géneros de ficção clássica, em particular o romance e o conto".O seu percurso, segundo o júri, "adquire especial relevo pela independência da escritora relativamente a todas as modas ou tendências que, de alguma forma, condicionam os caminhos da literatura contemporânea". Natural de Coimbra, Teolinda Gersão, de 76 anos, estudou germanística, romanística e anglística nas universidades de Coimbra, Tubingen e Berlim. A escritora foi Leitora de Português na Universidade Técnica de Berlim, assistente na Fa…

Prémio Literário Alves Redol 2017

Silvério de Jesus Manata e Carlos Manuel Jorge Alves são os vencedores da edição deste ano do prémio literário Alves Redol, promovido pela Câmara de Vila Franca de Xira.  Silvério Manata venceu na categoria de romance pela obra “Um silêncio de sombra” e Carlos Alves na modalidade de conto, pela obra “Vozes de Burro”.
Na opinião do júri, o romance “Um Silêncio de Sombra destacou-se por ser uma obra com uma apreciável desenvoltura narrativa. Consideraram que “a inteligente utilização da ironia é um elemento decisivo para cativar o leitor”. Já em “Vozes de Burro”, de Carlos Alves, foi considerado como “um bom conjunto de contos que, através de uma abordagem realista de episódios circunstanciais da vida, se inquire sobre temas permanentes como a fragilidade física, a incapacidade da existência de uma harmonia plena e o riso como resposta à resignação”. A cerimónia de entrega do prémio literário Alves Redol irá ocorrer em Abril de 2018 nas comemorações do Dia Mundial do Livro e do Autor.




http…

Ano Novo

Ano Novo


Ficção de que começa alguma coisa! Nada começa: tudo continua. Na fluida e incerta essência misteriosa Da vida, flui em sombra a água nua. Curvas do rio escondem só o movimento. O mesmo rio flui onde se vê. Começar só começa em pensamento


Fernando Pessoa (1888-1935)